Réquiem

Tradução do escrito “Requiem” de Shaugnessy.

A velha canção do coiote nos campos distantes parece sombria em meu coração

O som dos pássaros desce das escassas árvores jovens

Notas roucas de sinfonias quebradas soando pela tarde

A luz tardia do sol dourado ainda cai sobre os destroços do mundo

Talvez para beijar o cadáver retorcido uma última vez

Tal é o triunfo comovente da modernidade

Para trocar a glória completa e incompreensível do mundo

Pelos sonhos vazios dos homens

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s