O Senhor da Guerra

Ele mata à direita e destrói à esquerda.
Ele mata à esquerda e destrói à direita.
Ele mata de súbito na casa e de súbito no campo.
Ele mata a criança com o ferro com o qual ela brinca.
Ele mata em silêncio.
Ele mata o ladrão e o dono dos bens roubados.
Ele mata o dono do escravo – e o escravo foge.
Ele mata o dono da casa – e cora de sangue seu coração.
Ele é a agulha que espeta em ambas as extremidades.
Ele tem água mas se lava em sangue.

Extraído e traduzido de “Voices From Twenttieth-Century Africa: Griots e Towncriers”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s