[RÚSSIA] Satanistas Reivindicam Queima de Antiga Igreja em Karelia

Não há dúvidas de que os eco-extremistas são apenas uma das muitas encarnações do mal na era moderna. Todos estes males para a vida civilizada são para nós motivo de alegria e regozijo. Que o fogo satanista siga crescendo e consumindo os restos da decadente fé cristã! Que queimem os Neo-cristãos anarquistas e com eles toda a humanidade!

Moscou (Asian News) – Em 10 de Agosto a Igreja de Assunção foi incendiada em Kondopoga, na Karelia, região norte da Escandinávia na Rússia. O edifício do século XVIII parece ter sido incendiado por um garoto de 15 anos, que provavelmente sofria de alguma enfermidade mental, que queria “se tornar famoso no mundo”, segundo os policiais que o interrogaram. O menino estava em contato com uma seita satânica.

A igreja era um monumento protegido pelo estado, e foi completamente destruída pelo fogo, por isso os especialistas acreditam que não há esperanças de restaurá-la. Era uma Igreja Ortodoxa localizada em um penhasco do grande lago Onega, e construída em 1774 com as típicas características nórdicas, com uma aparência especial de carpa e uma altura de 42 metros. Era chamada de “a canção do cisne” da arte russa em igrejas de madeira, da qual apenas algumas espécimes podem ser encontradas, espalhadas ao longo do país, sendo uma dúzia no parte arqueológico da cidade de Sudzal.

As seitas satânicas se espalharam imediatamente após o fim do comunismo na Rússia, embora alguns acreditem que estiveram ativas desde 1980 nos ambientes mais extremos da dissidência juvenil. Mais que a influência da cultura do Rock, proibido em épocas soviéticas e duramente condenado pela Igreja Ortodoxa, o Satanismo russo revela elementos de protesto contra a Igreja nacional. Em suma, a inspiração anti-cristã natural, os Satanistas criticam a Igreja por ter colaborado com o regime “satânico” dos Bolcheviques, e são justificados pela necessidade de uma “revolução” espiritual. O culto a Satanás seria então um mundo para “se purificar” da falsa religião soviética.

No país, acredita-se que entre 50 e 100 mil pessoas pratiquem cultos Satânicos. O Ministério do Interior começou a investigar e intervir em suas atividades desde 2003, classificando-as como “seitas destrutivas” dedicadas ao esoterismo e a magia negra. Não é incomum que adolescentes emocionais acabem sob sua influência, como o que colocou fogo na Igreja em Kondopoga.

Uma Igreja Satanista Oficial

Ainda sim, há quase dois anos existe uma Igreja Satanista registrada oficialmente em Moscou. A data do registro (10 de Maio de 2017) é lembrada a cada ano como o “Dia do Satanismo Russo”. É singular que os Satanistas tenham adotado a legislação russa logo após a aprovação da “Lei Jarovoj” em 2016, a provisão que limita e efetivamente previne que seja professada a fé em qualquer esfera pública sem que se adira rigorosamente às normais da lei.

Ao serem entrevistados pelo site 66.ru, os Satanistas Russos, nas palavras de seu líder chamado “Oleg Sataninov”, declaram ter decidido “sair do armário” em 2013 e que pretendem formar uma organização estritamente religiosa, seguindo os ditames da Constituição Russa. Foi apresentado um documento na “Fundação da Doutrina Satanista”, com seus próprios mandamentos, a lista de pecados e símbolos da Igreja Satanista, tais como a cabeça de uma cabra rodeada de letras mágicas do alfabeto de Enoch. Os membros da organização normalmente mantém reservas sobre sua filiação, mas estão espalhados por toda a Rússia.

Os Satanistas Russos garantem que não são dependentes, ou que sequer estão ligados à Igreja de Satanás nos Estados Unidos. Eles não traduzem literatura do inglês ou de outros idiomas, mas produzem livros em russo, embora geralmente sigam os princípios da Bíblia Satânica publicada na América por Anton LaVey, em 1969. Eles não tem templos de adoração, mas usam edifícios disponíveis graças a membros do grupo de tempos em tempos, e negam a acusação de realizarem sacrifícios humanos. Sobre este assunto, se distanciam dos “adoradores malvados”, que acreditam ser simplesmente “cristãos inversos”.

Ainda não se sabe qual seita e que ritual motivou o ataque incendiário dos adolescentes em Karelia, ou se a destruição de Igrejas é uma prática recomendada pelas autoridades do Satanismo Russo, de forma oficial ou clandestina. Certamente, era uma prática habitual do ateísmo militante dos comunistas soviéticos.

Por Vladimir Rozanskij

[MÉXICO] Comunicado 53 de ITS: Reivindicação do Assassinato de Sacerdote Católico em Cuautitlán Izcalli – Selvagens Assassinos Seriais

Floresta - Eco-extremismo - Bosque - Amazônia - Indígenas - Terrorismo - Ecologismo - Niilismo - Misantropía - Individualismo - Ecologia - Guerra 85.jpg

A onda de ataques de ITS pelo mundo não se detém e é com enorme gozo que saudamos agora o novo atentado homicida e anti-cristo da Máfia, o assassinato de um sacerdote católico líder de um templo no Estado do México, uma oferenda de sangue ao submundo. O ataque terrorista se deu em coordenação com os ataques bombistas de Ouroboros Silvestre nessa mesma data. Do outro lado das grandes águas, também no mesmo dia, Criminosos Animistas emergia das sombras para se unir a máfia terrorista, desta vez na Espanha.

Adiante com as lâminas afiadas e pontiagudas para cortar e perfurar a carne fresca dos crentes malditos!

Que sob os filhos de cristo recaiam maldições ancestrais pagãs para que padeçam por selvagerias!

_________________________________________________________________________

Mais uma mostra de vingança ancestral foi executada, nossa faca se cobriu de sangue outra vez, o frenesi da situação centrou o nosso olhar furioso em tocaia nas carnes do alvo, as forças obscuras do Selvagem nos acompanharam e nos empurraram para a ação homicida.

O Inominável tem rondado como um abutre faminto da suja carne dos humanos mortos. Somos os hereges que não puderam massacrar há centenas de anos, nossos ancestrais foram os que morreram rejeitando seus credos humanistas, os que foram queimados nas fogueiras inquisitórias, seus ossos convertidos em pó cobriram a terra se unindo a ela e formando parte do tudo e do próprio nada. Seus espíritos malditos que maldizem mil vezes o extermínio de culturas milenárias distantes de qualquer civilização seguem conosco.

Miclantehcutli, o senhor antigo do submundo, representação da morte, do Oculto e do Desconhecido, entrou em uma igreja católica no 18 de abril passado com o desejo de levar alguém consigo, seja quem fosse. Ele nos levou até o sacerdote Ruben Díaz Acántara, representante máximo da igreja “Nuestra Señora del Carmen”, em Cuautitlán Izcalli, Estado do México.

Chegamos até o imundo sacerdote e antes de apunhalá-lo lhe dissemos algumas palavras em nahuatl, entre elas a maldição ancestral:

¡TEHUIHUICALLIZTLI!*

N-C-320x197

sacerdote-320x225

7yiuh-320x200

A imprensa disse que discutimos com ele, mas isso é falso, porque as últimas palavras que este padre escutou em sua devota vida foram na língua que pretenderam erradicar com sua evangelização e sua colonização há séculos.

Não nos importou que o município estivesse ainda sentido pelo assassinato de dois agentes policiais pelo crime organizado na semana passada, pelo qual o exército, a marinha e a polícia federal fizeram toda uma operação para capturar os responsáveis. Assim, protagonizamos mais um assassinato demonstrando que podemos fazê-lo sem nenhum problema e estar aqui, escrevendo tranquilamente esta carta de responsabilidade zombando de suas pomposas operações inúteis.

De fato, nosso ato nada mais é do que a consequência de outros mais destinados a atingir -a desprezível religião- que tem vindo se desenvolvendo, entre pacotes-bomba, explosivos, ataques incendiários a templos e igrejas e ataques armados contra peregrinos.

Então, seguiremos, porque nossas palavras e ameaças não são em vão, porque o Selvagem segue conosco…

E é claro que atos como estes onde se vê a léguas uma invocação pagã e uma motivação ancestral tenham resposta do Oculto. Isso se materializou em um par de assassinatos a mais de religiosos em Jalisco e Puebla alguns dias após a nossa oferenda de sangue. Do nosso ato se desprenderam as forças do Caos que possuíram as mentes dos criminosos que à base da violência tiraram as patéticas vidas destes sacos de carne e osso.

Para finalizar, recordamos que no mesmo dia 18 -mas pela manhã- nossos irmãos do “Ouroboros Silvestre” (OS) detonaram um par de bombas em Tultitlán e Ecatepec, o que nos une em uma coordenação cúmplice executada. A propósito, esse Grupo de Operações Especiais da polícia municipal que esteve rondando as ruas pelas quais supostamente OS andou é uma piada, uma puta brincadeira!!!

Pela propagação do homicídio anti-humanista!

Que as maldições ancestrais voltem do submundo e encham nossas mãos de sangue humano!

Fogo e explosivos, balas e facas para o alvo em qualquer lugar que existam individualistas mafiosos!

Pela União Egoísta!

Individualistas Tendendo ao Selvagem – Estado do México

– Selvagens Assassinos Seriais

* A tradução (embora nunca literal) é, “Que a força furiosa encha de peste sua casa.”

Nota:

https://www.proceso.com.mx/530592/sacerdote-muere-apunalado-dentro-de-su-iglesia-en-cuautitlan-izcalli

 

[CHILE] Todas as igrejas serão queimadas

Traduzido desde Nomen Nescio e enviado por Anhangá.

Duas igrejas foram atacadas e queimadas na noite de quinta-feira em La Araucanía por indivíduos que dizem ser adeptos à causa Mapuche.

O primeiro incidente ocorreu após as 22:00 horas, afetando a capela católica Santa Joaquina, no quilômetro 5 da rota em direção ao setor Niágara, na comuna de Pare Las Casas.

Horas mais tarde um ataque foi perpetrado contra uma igreja evangélica na comuna de Ercilla.

O procurador de Temco, Alberto Chiffelle, afirmou após a sua chegada ao local do primeiro ataque que foi encontrada “evidências de disparos balísticos” no lugar, “tanto em um edifício quanto na estrada”, onde foram encontrados alguns projéteis.

No local -segundo reportou a rádio Bío Bío- também foi encontrado um lenço alusivo à causa Mapuche e um panfleto em que se lê uma ameaça: “Todas as igrejas serão queimadas. Fora!!! Liberdade aos Presos políticos Mapuches.”

Outra nota, aqui.